sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Estrangeiros no varejo nacional

A briga pelo varejo de supermercados no Brasil acaba de ganhar mais um player - veja notícia aqui.

É interessante perceber que no ranking de supermercadistas 2007 da ABRAS, dos 5 primeiros colocados, apenas o grupo Zaffari é controlado em 100% por brasileiros:
  1. CBD (faturamento de R$ 16,4 bilhões em 2006)
  2. Wal Mart (faturamento de R$ 12,9 bilhões em 2006)
  3. Carrefour (faturamento de R$ 12,9 bilhões em 2006)
  4. G Barbosa (faturamento de R$ 1,49 bilhões em 2006)
  5. Zaffari (faturamento de R$ 1,47 bilhões em 2006)

Fonte: ABRAS

Vale destacar que este grupo de varejistas concentra pouco mais de 40% do faturamento do setor - logo, deduzo que pelo menos 25% do mercado de supermercados já é controlado por estrangeiros.

A entrada de grupos estrangeiros no nosso país representa uma oportunidade de venda em mercados internacionais para os seus produtos? De que forma? Como esta concentração de mercados vai afetar as suas vendas? Os grupos estrangeiros trazem fornecedores globais que podem ser novos concorrentes para os seus produtos e assim afetar as suas vendas?

Nenhum comentário: