segunda-feira, 20 de julho de 2009

Desenvolvimento de Canais

"Recentemente a Pro Teste, entidade de defesa dos consumidores, fez uma avaliação sobre o serviço de compras virtuais de 15 supermercados. Foram pesquisadas as empresas Pão de Açúcar, Angeloni, Hippo, Nacional, Zona Sul, Princesa Supermercados, Mercadorama, MartPlus, Econ e Sonda, presentes em sete capitais brasileiras. A pesquisa mostrou que ainda há muito que evoluir, mas que a adesão das grandes redes não terá desistências tão cedo. Um dos pontos críticos foi a entrega de produtos refrigerados. Entre todas as solicitações, em apenas um caso o produto foi acondicionado de forma adequada e chegou na temperatura ideal. É simples, enquanto os fornecedores entregam produtos frios em veículos adaptados para tal, a logística dos gestores das unidades de negócios dos supermercados ainda pensam na entrega de kombi. Ou seja, falta de visão para atender melhor às necessidades do consumidor em um modelo de negócio diferente."


Para mim, parece claro que esta adaptação na prestação de serviços vai acontecer tão logo a lucratividade da venda mostre a viabilidade do canal. Como sempre, os grandes serão os últimos a fazer este movimento (principalmente por estarem preocupados em manter a lucratividade dos atuais canais de venda). Quem será que vai dominar o varejo de alimentos na Internet .br?

Nenhum comentário: