terça-feira, 10 de março de 2009

Corner, o nome da expansão do varejo em cenário de crise

"Em tempos de crise, empresas de vestuário, calçados, presentes e cosméticos investem em um formato de ponto-de-venda menor, mais econômico, para expandir suas redes. Entre elas estão ImaginariumLeeWrangler,MarisolLacosteL'OccitaneTimberland e Zefferino, que têm apostado fortemente em espaços exclusivos dentro de lojas que vendem várias marcas, batizados no varejo de "corners".

Clique aqui para saber mais a respeito de corners, nesta reportagem do Valor Econômico.

Lendo esta reportagem, me lembro do célebre discurso de Cortez: 

Soldados de Espanha! Antes de tudo há de lutar! As caravelas, mandei-as afundar, para não terdes qualquer veleidade de voltar. Há que lutar com as armas que tendes à mão. E se vo-las romperem em violento combate, então há que brigar a socos e pontapés. E se vos quebrarem os braços e as pernas, não olvidei os dentes. E se havendo feito isso, a morte chegar, mesmo assim não tereis dado a última medida de sua devoção, não! É preciso que o mau cheiro de vossos cadáveres empeste o ar e torne impossível a respiração dos inimigos de Espanha. Avante, por Deus e por Santiago”.

Ou seja: não importa a crise, tem que se avançar no mercado sempre!

Nenhum comentário: