domingo, 9 de março de 2008

Diagnóstico em Vendas

"Os problemas têm características próprias e a relevância deles é o que orienta o diagnóstico. A princípio, eles podem ser classificados como quantitativos (números e ou símbolos) ou qualitativos (julgamento, valores e discriminação). Observamos, portanto, que cada problema demanda uma solução adequada.

(...) Mas como colocar em pratica essas teorias junto a vendedores?

A maioria dos problemas surge de forma imprevista e simultânea, exigindo que o profissional de vendas estabeleça prioridades. Ou seja, os fatores mais relevantes devem ser tratados em primeiro lugar"

Mais aqui, no blog do Talarico.

Concordo com tudo o que ele disse, mas acredito que na maioria dos casos o maior problema não é em fazer o diagnóstico, mas em reconhecer que há um problema que precisa ser combatido. Muitos profissionais de venda - seja por medo de assumir um erro ou por puro orgulho mesmo - simplesmente não assumem que há um problema em suas mãos até ser tarde demais...

Nenhum comentário: