quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

IBGE mostra tendência de crescimento nas vendas do varejo

"A pesquisa mostrou que os efeitos da crise não são iguais para todos. Por exemplo, os automóveis, que dependem essencialmente de financiamento, perderam vendas em dezembro. Para ser mais preciso, venderam menos 4,5% do que em dezembro de 2007. Mas no acumulado de 2008, o crescimento do mercado de carros, motos e autopeças chegou a 12%. A mesma coisa aconteceu com o segmento de material de construção, que teve uma queda de 3,6% sobre dezembro de 2007, mas alcançou crescimento de quase 8% no ano passado. Mesmo entre as regioes do país há diferenças importantes. As vendas de dezembro subiram 6,4% em São Paulo, acima portanto da média nacional, mas caíram 7,2% no Pará. Quer mais um exemplo? O desempenho do comércio em dezembro poderia ter sido ainda melhor, não fosse o surpreendente destaque negativo de vestuário e calçados, setor que recuou mais de 6% em pleno mês do Natal. Eu conversei com um executivo de uma das maiores redes varejistas de calçados do país, que vendeu em dezembro passado menos do que havia vendido em 2007. Por outro lado, em janeiro de 2009 os clientes voltaram com força, compensando as perdas do Natal. Qual a explicação? Possivelmente, nesse caso a psicologia falou mais alto do que a economia."

Leia mais no Blog do Marinho para saber mais detalhes da Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE referente ao mês de Dezembro passado.

Muitas pessoas que conheço da área de eletro eletrônicos confirmam o que o Marinho coloca acima: que Janeiro vendeu muito bem, que todos estão mais confiantes - este dado se comprova pelo aumento do índice de confiança do consumidor

Assim, to apostando que na volta do Carnaval a folia vai ficar por conta das vendas que vão voltar com muita força!

Nenhum comentário: